Programas de Fidelidade para Empresas
Últimos dias para se inscrever no Webinar ABEMF: serão dois dias de conteúdo exclusivo sobre o mercado de fidelização

Últimos dias para se inscrever no Webinar ABEMF: serão dois dias de conteúdo exclusivo sobre o mercado de fidelização

A próxima edição do Webinar ABEMF vai contar com dois dias seguidos de muito conteúdo sobre o mercado de fidelidade e vai abordar os temas “Mudanças e tendências nas estratégias e nos programas de fidelidade pós-pandemia no Brasil” e “O uso de dados para personalização da oferta e estratégias de fidelização”. Acontece nos dias 30 e 31 de agosto, às 17h, e a inscrição é gratuita. A seguir, você confere alguns dados gerais sobre cada um dos assuntos!

“Mudanças e tendências nas estratégias e nos programas de fidelidade pós-pandemia no Brasil” 

Especialistas preveem algumas tendências importantes nas estratégias e nos programas de fidelidade. Algumas delas são:

  • Olhar para o consumo no varejo do dia a dia e para a obtenção de benefícios rápidos e concretos. Ou seja, que tornem os programas de fidelidade – assim como suas entregas para o cliente – mais democráticos. O cashback é um exemplo disso. De forma transparente, ele permite que todos tenham acesso ao benefício, independentemente do valor da compra.
  • Integrar as novas tecnologias ao universo físico: se por um lado a transformação digital é uma realidade, o desafio do mercado de fidelidade é olhar para o ponto de venda físico e integrá-lo a tudo o que tem sido feito no digital. Todos hoje têm celulares, mas nem todo mundo quer baixar mais um app, ou mesmo consegue utilizá-los. Poder consultar seu saldo, por exemplo, ou até mesmo trocar seus pontos diretamente no PDV sem precisar abrir um app, torna-se fundamental para uma experiência de fidelização que é para todos.
  • Apresentar cada vez mais alternativas, mais canais e novas formas de pagamento. O WhatsApp Pay, por exemplo, está inserido na ferramenta de relacionamento mais popular no Brasil e que tem se tornado também um importante canal de vendas e serviço ao cliente. O Pix, por sua vez, trouxe uma forma de pagamento nova, acessível e democrática.
  • Alinhar os valores das marcas com os clientes: Conforme emergimos de quase 18 meses de padrões de vida atípicos por conta da pandemia de COVID-19, fica mais claro a cada dia que as pessoas estão adotando novos hábitos de compra e aumentando sua preferência por canais de comunicação e métodos de pagamento específicos. As pessoas também estão ficando mais preocupadas com os varejistas que frequentam, buscando alinhar cuidadosamente os valores das marcas que consomem com seus valores pessoais.

Fidelização, por definição, deve estar focada na experiência do consumidor. E tudo o que aprimora esta experiência, dá mais acesso e é o que impulsiona o futuro do segmento”

Alexandre Rodrigues, diretor comercial e marketing da Stix

O uso de dados para personalização da oferta e estratégias de fidelização”

Por meio da captação e análise de dados de um programa de fidelidade é que as companhias podem conhecer hábitos de compra e de consumo de seus clientes e, assim, fazer conclusões mais assertivas sobre o consumidor, conseguindo, então, entregar promoções e ofertas personalizadas e experiências relevantes para cada perfil de cliente. O que resulta em mais engajamento por parte do público e auxilia no processo de crescimento do negócio. 

“É importante que essas empresas tenham em mente, também, que um programa de fidelidade não é necessariamente voltado apenas ao consumidor. Pode ser implantado para engajar colaboradores, equipes de vendas e até redes de parceiros ou distribuidores, gerando aumento de vendas, de ticket médio, recorrência de compra, além de agregar valor às marcas”

Paulo Curro, diretor da ABEMF

Marque na agenda:

5º WEBINAR ABEMF

Dia 30 de agosto, 17h:

“Mudanças e tendências nas estratégias e nos programas de fidelidade pós-pandemia no Brasil” 
Objetivo: discutir as estratégias, na visão de diferentes indústrias, nas principais frentes de transformação dos programas de fidelidade no Brasil pós-pandemia.

Assuntos abordados:

  • Visão das tecnologias;
  • Principais alavancas;
  • Coalizão;
  • Comportamento de consumo do cliente.

Participantes:

  • Leonel Andrade, CEO da CVC Corp
  • Rodrigo Gouveia, diretor da Inter Shop
  • Tatiana Mazza, chief data officer do Carrefour
  • Eduardo Terra, CEO da SBVC e partner da BTR

Dia 31 de agosto, 17h

“O uso de dados para personalização da oferta e estratégias de fidelização” 

Objetivo: discutir as principais ferramentas e a importância dos dados na personalização da oferta e na fidelização do cliente.

Assuntos abordados:

  • Novas tecnologias;
  • CRM;
  • Inteligência Artificial;
  • Estratégias de fidelização.

Participantes:

  • Carlos Busch, vice-presidente Salesforce Latin America
  • Eduardo Terra, CEO da SBVC e partner da BTR

INSCRIÇÕES:  https://bit.ly/3yeLKHI 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *