Novidades do mercado
55% dos brasileiros compram do comércio local, mas só 16% usam programas de fidelidade de empresas locais, embora desejassem fazer

55% dos brasileiros compram do comércio local, mas só 16% usam programas de fidelidade de empresas locais, embora desejassem fazer

Por que? Entenda como funciona o mercado de fidelidade para os pequenos e médios comércios locais no Brasil

O comércio local é parte fundamental da vida cotidiana no Brasil: 55% dos consumidores do país compram regularmente de pequenas e médias empresas em suas regiões e 28% dizem que compram com essas empresas mais do que com qualquer outro tipo de varejista! Mas apenas 16% dos consumidores em todo o Brasil usam programas de fidelidade (confira aqui o que são e como funcionam) de empresas locais, embora 66% gostariam de fazê-lo.

Os dados são do relatório “Fazendo a fidelidade funcionar para pequenas empresas: edição Brasil”, produzido por uma colaboração entre PYMNTS e Pollinate. A pesquisa foi conduzida com 1.106 consumidores brasileiros para avaliar seu desejo de fazer compras com comerciantes locais, seu apetite por programas de fidelidade que esses comerciantes podem oferecer e quais tipos de instituições em que confiariam para administrar e gerenciar tais programas.

Mas por que isso acontece?

E se aproveitar essa demanda latente poderia ajudar as pequenas e médias empresas brasileiras a gerarem conversões entre os consumidores locais e aumentarem seus resultados financeiros, o que está impedindo os consumidores brasileiros de se inscreverem em programas de fidelidade de empresas locais? Como as pequenas e médias empresas locais podem oferecer os programas de que precisam para conquistar mais clientes?

Um obstáculo importante que impede que as pequenas e médias empresas brasileiras liberem esse potencial no mercado de fidelidade e recompensas são as preocupações com a segurança de dados. Os consumidores brasileiros são mais propensos do que os dos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália a citar preocupações sobre como as pequenas e médias empresas locais podem usar seus dados pessoais como motivo para desconfiar dos programas de fidelidade locais, com 30% de todos os consumidores desinteressados ​​em programas de fidelidade citando isso como sua razão.

Os consumidores brasileiros podem não confiar nos comerciantes locais para lidar com seus dados pessoais, mas eles confiam nos bancos. Isso significa que a parceria com bancos em programas de fidelidade pode ajudar as pequenas e médias empresas brasileiras a superar os temores persistentes de segurança de dados de seus clientes. Os consumidores brasileiros são cinco vezes mais propensos a confiar em bancos (aproveite para saber mais sobre as novas formas de pagamentos e o quanto elas são seguras) para coletar e gerenciar os dados pessoais necessários para habilitar programas de fidelidade locais, de fato, e 51% dizem que gostariam que os bancos habilitassem seus programas de fidelidade locais.

Texto adaptado de https://www.pymnts.com/news/2021/smbs-local-loyalty-rewards-innovation-brazil/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *